32.53.100 CASA RURAL - ESTRADA REGIONAL, NO CRUZAMENTO COM A CANADA DO VIGÁRIO
LAJES • ESTRADA REGIONAL, NO CRUZAMENTO COM A CANADA DO VIGÁRIO
EDIFÍCIO ISOLADO
ARQUITECTURA DOMÉSTICA
ÉPOCA DE CONSTRUÇÃO INICIAL: SÉC.XIX/SÉC.XX
 
DESCRIÇÃO: Casa rural constituída por habitação, palheiro, abrigo para carro de bois, "caixa de água", "arribana" e poço, integrados num complexo de "cerrados".
A habitação é de planta rectangular, com dois pisos e sótão. É construída em alvenaria de pedra rebocada e caiada de branco, com excepção do soco, dos cunhais, da cornija (na fachada principal) e das molduras (recortadas e com verga curva) que são em cantaria à vista. As janelas são de guilhotina de duas folhas. Na fachada principal, ao nível do piso térreo, existe um óculo elíptico com moldura de cantaria em cordame. Em cada uma das fachadas laterais, ao nível do sótão, existe uma janela com sacada em cantaria e guarda em ferro fundido. A cobertura é de duas águas em telha de meia-cana tradicional rematada por beiral simples. O forno, de volume exterior e planta rectangular, com "chaminé de mãos postas" com cornija, está adossado à fachada posterior. No ângulo do forno existe um anexo recente e uma escada por onde se faz o acesso exterior ao piso superior.
O palheiro situa-se num "cerrado" posterior à habitação. É um imóvel de planta rectangular, com um piso, construído em alvenaria de pedra rebocada e caiada, com excepção das molduras dos vãos que são em cantaria. Foi adaptado a garagem. Adossada a todo o comprimento da fachada lateral do palheiro situa-se uma "arribana", estrutura para abrigo e alimentação de gado bovino, constituída por um telheiro com baias. Tem o pavimento lajeado e a cobertura assente numa estrutura de madeira apoiada em pilares de cantaria de secção rectangular. As paredes laterais são construídas em alvenaria de pedra seca. A cobertura resulta do prolongamento de uma das águas do palheiro.
O abrigo para carro de bois situa-se do lado esquerdo, no mesmo "cerrado" que o palheiro. Tem planta rectangular, um piso e é construído em alvenaria de pedra seca. A fachada é rebocada e caiada. A cobertura é de uma água em telha de meia-cana tradicional.
A "caixa de água", em cantaria, situa-se junto ao tardoz da habitação e já foi alterada. Adossada a esta foi construída uma cisterna em alvenaria de blocos de cimento que está rebocada e caiada de branco.
O poço, de boca circular, também em cantaria, localiza-se junto à fachada lateral direita da habitação, num "cerrado" ajardinado.
Os portões do "cerrado" onde se encontra a habitação são trapezoidais por as respectivas ombreiras serem oblíquas.
ESTADO DE CONSERVAÇÃO: Bom
FUNÇÃO INICIAL: Habitação e apoio à actividade agrícola
FUNÇÃO ACTUAL: Habitação e apoio à actividade agrícola
BIBLIOGRAFIA E DOCUMENTAÇÃO DE REFERÊNCIA: Ficha 8-H do "Inventário do Património Histórico e Religioso para o Plano Director Municipal da Praia da Vitória"
DATA DE LEVANTAMENTO: 1999-06-01
< anteriores




seguintes >
mapa: 53
Terceira. Praia da Vitória
Inventário do Património Imóvel dos Açores
Última actualização em 2007-03-31