32.29.15 IGREJA DE SANTA BÁRBARA
FONTE DO BASTARDO • ESTRADA REGIONAL
EDIFÍCIO ISOLADO
ARQUITECTURA RELIGIOSA
ÉPOCA DE CONSTRUÇÃO INICIAL: SÉC.XX
 
DESCRIÇÃO: Igreja constituída por corpo principal rectangular, corpo da capela-mor igualmente rectangular mas mais pequeno e corpos anexos adossados às fachadas laterais da capela-mor e aos cantos posteriores do corpo principal.
A fachada principal tem seis vãos, três em cada piso. Os vãos são encimados por uma cornija, com excepção do vão central do piso térreo, correspondente à porta de entrada, que é encimado por um pequeno frontão.
As fachadas são rematadas por uma cornija de grandes dimensões. A fachada principal prolonga-se acima da cornija por um frontão delimitado por volutas e encimado, ao eixo, por uma torre sineira. Ao centro do frontão existe um medalhão circular, com a inscrição "F. B. 1904", ladeado por dois pares de pilastras. Cada fachada lateral, tripartida por meio de pilastras, tem quatro janelas (sem cornija) ao nível superior e uma porta com a moldura recortada ao nível térreo. O edifício é rebocado e caiado, com excepção do soco, dos cunhais, das pilastras, das cornijas, das molduras e dos elementos decorativos que são em cantaria à vista. Todos os corpos têm os cunhais encimados por pináculos. As coberturas são em telha de aba e canudo, sendo a do corpo principal e a da capela-mor de duas águas e as dos restantes corpos de uma só água. Todas têm os beirais escondidos por pequenas platibandas.
O interior é de nave única, com tecto plano e coro alto sobre a entrada. Tem uma capela lateral de cada lado da nave junto à capela-mor.
ELEMENTOS DATADOS: Inscrição num medalhão na fachada: "1904".
ESTADO DE CONSERVAÇÃO: Razoável
FUNÇÃO INICIAL: Igreja
FUNÇÃO ACTUAL: Igreja paroquial
BIBLIOGRAFIA E DOCUMENTAÇÃO DE REFERÊNCIA: Freguesias da Praia, Pedro Merelim, Vol.I, Direcção Regional de Orientação Pedagógica, Angra do Heroísmo, 1982; Ficha 1-A do "Inventário do Património Histórico e Religioso para o Plano Director Municipal da Praia da Vitória".
OBSERVAÇÕES: De acordo com um rol publicado pelo Bispado de Angra, esta igreja ficou "danificada mas com possibilidades de culto" em resultado dos estragos causados pelo sismo de 1 de Janeiro de 1980.
DATA DE LEVANTAMENTO: 1999-05-18




seguintes >
mapa: 29
Terceira. Praia da Vitória
Inventário do Património Imóvel dos Açores
Última actualização em 2007-03-14