Glossário
 

CAIXA DO LAR
Pequeno compartimento anexo à cozinha, onde se acende o lume e por onde se acede ao forno, existente em todas as casas tradicionais de Santa Maria sem excepção. É um volume paralelepipédico saliente em relação ao volume total da habitação, que, normalmente, está em comunicação com a cozinha através de um vão em arco. Numa das paredes laterais desse pequeno espaço está a banca ou poial – o lar propriamente dito – onde se faz o lume e se confeccionam os alimentos. Na parede do fundo abre-se a boca do forno (forno que é quase sempre um volume semicilíndrico igualmente saliente). A chaminé comum ao lar e ao forno está implantada na cobertura da caixa do lar, ocupando quase toda a sua superfície, de modo que este compartimento funciona todo ele como lareira.

CHAMINÉ DE VAPOR
Chaminé formada por dois volumes sobrepostos: um tronco de pirâmide quadrangular e um tubo cilíndrico rematado por um pequeno chapéu cónico (AAVV, Arquitectura Popular dos Açores, Lisboa, Ordem dos Arquitectos, 2000, p.557).

CHIQUEIRO
Nome dado ao abrigo coberto existente no curral de porco e que, em Santa Maria, é normalmente uma pequena estrutura abobadada e caiada.

COPEIRA
Construção anexa ao “treatro”, ou ao império, onde se armazenam, cozinham e distribuem as refeições do “bodo” nas festas do Espírito Santo.

FRESCAL
Construção rudimentar destinada à secagem e armazenamento do milho, constituída por uma armação de varas de madeira, apoiada, normalmente, em pés de pedra ou de alvenaria.

JANELA DA GATEIRA
Pequena janela aberta na parede lateral da “caixa do lar”, destinada à iluminação deste espaço onde se cozinha e se acede ao forno.

JARDIM DE PASSEIO
Nome utilizado para o pequeno jardim formal existente nalgumas quintas de Santa Maria.

QUARTÉIS
Pequenas divisórias formadas por muros de pedra solta e destinadas ao cultivo da vinha, que, em conjunto, formam grandes reticulados aparentemente regulares.

TREATRO
Aliteração de teatro. Pequena construção destinada ao culto do Espírito Santo, constituída por um volume quadrangular, coberto de telha, normalmente aberto nos lados e na frontaria onde a cobertura é suportada por pilares.

Santa Maria. Vila do Porto
Inventário do Património Imóvel dos Açores
Última actualização em 2006-11-16