63.201.50 CONVENTO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA
SÃO ROQUE • RUA JOÃO BENTO DE LIMA
EDIFÍCIO ISOLADO
ARQUITECTURA RELIGIOSA
IMÓVEL DE INTERESSE PÚBLICO
(Decreto nº129/77, de 20 de Setembro)
ÉPOCA DE CONSTRUÇÃO INICIAL: SÉC.XVIII
 
DESCRIÇÃO: Convento com igreja, claustro e corpos adjacentes característicos da sua função conventual. No edifício ainda se mantém o local do antigo refeitório, celas e outras instalações. A cozinha original (de grandes dimensões) foi completamente destruída.
O claustro, quadrangular, tem ao centro um cruzeiro (já sem cruz), formado pelo pilar, pedestal e base (quatro degraus em círculos concêntricos). Cada lado do claustro tem cinco arcos de volta perfeita, sendo o arco do meio o vão de passagem para o pátio do claustro. Os arcos e os pilares são em pedra aparelhada, bem como o pavimento.
A igreja tem nave única com coro alto, púlpito, dois altares laterais e altar-mor. No coro alto tem um cadeiral em madeira. O púlpito, com a base em pedra, é de madeira, com uma sanefa em talha dourada. Abaixo do púlpito, incrustados na parede, existem baixos-relevos, em pedra, com a heráldica do convento. Na mesma parede onde se situa o púlpito existem três confessionários completamente incrustados na parede, com entrada pelo lado do claustro. Os dois altares laterais e o altar-mor são em talha dourada barroca. O tecto da cabeceira tem uma pintura sobre madeira com motivos vegetalistas. As paredes da cabeceira apresentam dois grandes painéis de azulejos policromos. No interior da igreja existe um fonte/lavabo em pedra trabalhada.
A fachada compreende uma secção correspondente ao corpo da igreja e a torre sineira com dois campanários. No piso inferior, tem três arcos (dois abrem-se para a entrada da igreja e o outro para a torre sineira), encimados por quatro janelas. No último piso estão os campanários e o frontão triangular com um nicho onde se encontra a imagem de São Francisco de Assis. O frontão é rematado por uma cruz. Os três pisos estão separados por faixas horizontais em pedra. Todos os cunhais, molduras, limites laterais dos aventais, cimalha, soco e pilastras são em pedra à vista, enquanto a superfície das paredes é rebocada e caiada.
Em redor do convento ainda existem vestígios da cerca original: na sua frente, observam-se muros, uma cisterna e escadarias de acesso a uma zona de quintais situada a uma cota inferior; nas traseiras existe um poço de maré, de secção quadrada, em pedra aparelhada, de grande profundidade.
O recinto à frente da igreja tem várias árvores (metrosíderos e uma araucária). Neste local situa-se um monumento em homenagem a João Bento de Lima.
ELEMENTOS NOTÁVEIS: Igreja do convento
ESTADO DE CONSERVAÇÃO: Razoável
FUNÇÃO INICIAL: Convento franciscano
BIBLIOGRAFIA E DOCUMENTAÇÃO DE REFERÊNCIA: Convento S. Pedro de Alcântara, José Idalmiro Ávila Ferreira, Junta de Freguesia de São Roque do Pico, São Roque do Pico, 1996; Conventos Franciscanos na Ilha do Pico (Notas Históricas), Ermelindo Ávila, Câmara Municipal de São Roque do Pico, São Roque do Pico, 1990; Ficha 35/Pico do "Arquivo da Arquitectura Popular dos Açores"; Ficha 23 do "Inventário do Património Cultural Edificado do Plano Geral de Urbanização da Vila de São Roque";
OBSERVAÇÕES: Após a saída dos frades o convento serviu de estabelecimento prisional, tribunal, repartição de finanças, câmara municipal, sala de espectáculos (cinema), sede de associações culturais e desportivas, etc. O poço de maré, situado nas traseiras do convento, localiza-se actualmente numa propriedade particular.
DATA DE LEVANTAMENTO: 1998-02-08
< anteriores




seguintes >
mapa: 201
Pico, S. Roque do Pico
Inventário do Património Imóvel dos Açores
Última actualização em 2006-03-08