61.91.17 PORTO DA PRAINHA DO GALEÃO
SÃO CAETANO • PORTO DA PRAINHA DO GALEÃO
CONJUNTO EDIFICADO
CONJUNTO DE EDIFÍCIOS OU DE OUTRAS CONSTRUÇÕES
ÉPOCA DE CONSTRUÇÃO INICIAL: SÉC.XIX
 
DESCRIÇÃO: Infra-estrutura piscatória, junto ao porto, constituída por cinco edifícios para guarda de barcos e utensílios de pesca e respectiva rampa de varadouro.
Os edifícios são de planta rectangular, de um só piso, construídos em alvenaria de pedra e com cobertura de duas águas em telha de meia-cana tradicional, com excepção de um deles que só possui uma água. As fachadas têm portão largo com lintel em madeira ou betão armado. O edifício de maior dimensão tem uma pequena cisterna anexa.
A rampa de varadouro é larga e tem pavimento de lajes de pedra com juntas argamassadas na zona junto ao mar. Três das lajes de pavimento, junto ao início da rampa, foram substituídas por pedras de amarração.
ELEMENTOS DATADOS: Inscrição no lintel de uma janela lateral do edifício de maior dimensão: "1802".
ESTADO DE CONSERVAÇÃO: Razoável
FUNÇÃO INICIAL: Abrigo de barcos de pesca e rampa de varadouro
FUNÇÃO ACTUAL: Abrigo de barcos de pesca e rampa de varadouro
OBSERVAÇÕES: O edifício de maior dimensão abrigava os botes das Armações Baleeiras de São Mateus, enquanto os restantes eram usados para a pesca artesanal.
Esta espécie está inserida no Porto da Prainha do Galeão onde existe um cais de construção mais recente. Junto ao antigo caminho de acesso ao local encontra-se um poço de maré parcialmente soterrado.
[Os edifícios de abrigo dos barcos de pesca foram substancialmente danificadas pelo sismo de 9.7.98.]
DATA DE LEVANTAMENTO: 1998-05-21




seguintes >
mapa: 91
Pico. Madalena
Inventário do Património Imóvel dos Açores
Última actualização em 2006-03-07