61.16.42 IGREJA DE NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS
CANDELÁRIA • LARGO DA IGREJA
EDIFÍCIO ISOLADO
ARQUITECTURA RELIGIOSA
ÉPOCA DE CONSTRUÇÃO INICIAL: SÉC.XVIII
 
DESCRIÇÃO: Igreja de nave única, com sacristias de ambos os lados ao fundo do corpo principal, baptistério no lado do evangelho e um túmulo no lado da epístola.
A frontaria é simétrica, organizada em três partes separadas por pilastras (parte central e torres sineiras que a ladeiam).
A parte central tem um portal ao centro encimado por duas janelas. É rematada por uma cornija (que se prolonga abraçando as torres) onde assenta uma cimalha e um frontão com enrolamentos, rematado por pináculos e por uma cruz em pedra. No interior do frontão existe uma moldura circular com a inscrição: "CANDE / LARIA / 1803".
As torres sineiras, de planta quadrangular, têm três vãos sobrepostos (os vãos dos sinos são em arco de volta perfeita peraltados sobre impostas). São rematadas por pináculos sobre os cunhais e encimadas por cúpulas bolbosas, facetadas, de secção octogonal, rematadas por um pináculo.
O imóvel é construído em alvenaria de pedra rebocada e pintada de branco, com excepção do soco, dos cunhais, das faixas, das pilastras, das cornijas, das molduras dos vãos e dos pináculos que são em pedra à vista. A cobertura é de duas águas em telha de aba e canudo.
ELEMENTOS DATADOS: Inscrição numa moldura no frontão: "1803".
ESTADO DE CONSERVAÇÃO: Bom
FUNÇÃO INICIAL: Igreja
FUNÇÃO ACTUAL: Igreja paroquial
BIBLIOGRAFIA E DOCUMENTAÇÃO DE REFERÊNCIA: Ficha 211 do 2º Relatório Intercalar, Anexo II, Tomo I do "Estudo de Salvaguarda do Património Natural e Edificado Característico da Cultura da Vinha da Ilha do Pico" (ESP)
OBSERVAÇÕES: Encontra-se nesta igreja o túmulo do Cardeal Dom José Costa Nunes.
DATA DE LEVANTAMENTO: 1998-05-25
<anteriores




seguintes >
mapa: 16
Pico. Madalena
Inventário do Património Imóvel dos Açores
Última actualização em 2006-03-07