41.20.14 Casas de habitação - caminho da Igreja
GUADALUPE • Caminho da Igreja, nos 35, 37, 39, 41, 50, 52 e 54
CONJUNTO EDIFICADO
CONJUNTO DE EDIFÍCIOS OU DE OUTRAS CONSTRUÇÕES
ÉPOCA DE CONSTRUÇÃO INICIAL: SÉC.XVIII/SÉC.XIX
DESCRIÇÃO: Conjunto de duas casas de habitação com fachadas de desenho erudito, situadas em ambos os lados de uma frente de rua descontínua. A casa (A) é constituída por dois corpos: o corpo principal, rectangular, com dois pisos e sótão, e o corpo da cozinha, muito mais pequeno, perpendicular ao tardoz do corpo principal. A casa (B), com dois pisos, tem planta rectangular. Ambas as fachadas têm três vãos por piso e são enquadradas por socos, por cunhais e por uma faixa sob a cornija que sustenta o beiral. Ambas têm uma faixa horizontal que divide os pisos. Ambas têm janelas com aventais aparentes: na casa (A) são rectangulares e na casa (B) são contracurvados. Os vãos são rematados com verga curva e as ombreiras dos vãos prolongam-se de forma a unir o soco à faixa superior, formando faixas verticais.
As casas são construídas em alvenaria de pedra rebocada e pintada de branco, excepto os socos, os cunhais, as faixas, as cornijas e as molduras dos vãos que são em cantaria à vista na casa (A) e pintados de cinzento na casa (B). As coberturas são em telha de meia-cana tradicional, havendo dois telhados paralelos de quatro águas rematados por beiral simples na casa (B) e um telhado de duas águas protegido por platibanda na casa (A), atravessado da frente ao tardoz por um torreão ("torrinha"?) com cobertura de quatro águas. Ambas as casas sofreram alterações que prejudicam a sua qualidade arquitectónica, nomeadamente as ampliações e os caixilhos de alumínio na casa (B).
 
ESTADO DE CONSERVAÇÃO: Razoável
FUNÇÃO INICIAL: Habitação
FUNÇÃO ACTUAL: Habitação
BIBLIOGRAFIA E DOCUMENTAÇÃO DE REFERÊNCIA: Ficha 69/Graciosa do "Arquivo da Arquitectura Popular dos Açores".
DATA DE LEVANTAMENTO: 2004/06/30




seguintes >
mapa: 20
Graciosa. Santa Cruz
Inventário do Património Imóvel dos Açores