41.12.27 Casa rural - Caminho dos PoÇos/Caminho das Caldeiras
GUADALUPE • Caminho dos PoÇos / Caminho das Caldeiras, Ribeirinha
EDIFÍCIO ISOLADO
ARQUITECTURA DOMÉSTICA
ÉPOCA DE CONSTRUÇÃO INICIAL: SÉC.XIX/SÉC.XX
DESCRIÇÃO: Casa rural implantada num terreno de gaveto e constituída por habitação, palheiro, currais e cisterna.
A habitação tem planta rectangular com dois pisos mais sótão ("lojas" no piso térreo e habitação nos outros pisos). A fachada principal apresenta três vãos uniformemente distribuídos em cada piso: portas no piso térreo encimadas por janelas de peito. À esquerda da porta axial há um óculo oval para iluminação da escada. As empenas são semelhantes entre si, apresentando duas portas no piso térreo encimadas por janelas de peito e, ao nível do sótão, a eixo, uma janela de sacada com guarda em ferro fundido. A empena direita prolonga-se no corpo do forno que encosta ao tardoz do corpo principal. Sobre o volume do forno (que tem planta quadrangular) emerge uma grande chaminé de "mãos-postas" (perfil trapezoidal com remate triangular) com uma "janelinha do lar" de cada lado. No ângulo formado pelo tardoz da habitação e pelo forno há um balcão com escada de acesso directo ao piso superior e à pequena retrete incluída no volume do forno.
Atrás do volume do forno situa-se um palheiro de planta rectangular com um portão na empena e uma porta na parede virada para o interior do terreno. Entre as traseiras da casa e o palheiro há um complexo quase em ruínas composto por um tanque (?), pelos currais dos porcos e por uma cisterna com poço de acesso. A habitação é construída em alvenaria de pedra rebocada e pintada de branco excepto o soco, os cunhais, as consolas das varandas e as molduras dos vãos (recortadas no reboco) que são pintados de cinzento. As janelas de peito têm caixilhos de guilhotina em madeira. As portas de acesso às "lojas" do rés-do-chão são antecedidas de cancelas com quase toda a altura do vão. A cobertura é de duas águas em telha de meia-cana tradicional com beiral simples.
Todas as construções no tardoz são em alvenaria de pedra à vista. A cisterna é rebocada na face superior. A cobertura do palheiro é de duas águas em telha de meia-cana tradicional com beiral simples.
ESTADO DE CONSERVAÇÃO: Razoável
FUNÇÃO INICIAL: Habitação e apoio à actividade rural
FUNÇÃO ACTUAL: Habitação
DATA DE LEVANTAMENTO: 2004/06/24
< anteriores




seguintes >
mapa: 12
Graciosa. Santa Cruz
Inventário do Património Imóvel dos Açores