91.10.2 COVA DE JUNÇA - À DELEGAÇÃO MARÍTIMA
VILA NOVA DO CORVO • NA CERCA DA DELEGAÇÃO MARÍTIMA, NO LARGO DO PORTO DA CASA
CONSTRUÇÃO UTILITÁRIA
AGRÁRIA, PISCATÓRIA OU DE PRODUÇÃO ARTESANAL
ÉPOCA DE CONSTRUÇÃO INICIAL: SÉC.XVII/SÉC.XVIII
DESCRIÇÃO: Silo subterrâneo, escavado em forma de ânfora ou de talhão, cuja secção máxima tem o diâmetro aproximado de um metro. O acesso faz-se por uma estreita abertura na parte superior, hoje integrada no pavimento do logradouro da Delegação Marítima.
ESTADO DE CONSERVAÇÃO: Razoável
FUNÇÃO INICIAL: Silo
BIBLIOGRAFIA E DOCUMENTAÇÃO DE REFERÊNCIA: "Covas de Cereais da Ilha do Corvo", José H. S. Correia Guedes, 1997, in WWW
OBSERVAÇÕES: Este exemplar é um dos vários existentes na ilha, na sua maioria não visíveis à superfície.
DATA DE LEVANTAMENTO: 1998-07-18




seguintes >
mapa: 10
Corvo. Vila Nova
Inventário do Património Imóvel dos Açores
Última actualização em 2006-03-22